agosto 17, 2011

O Incrível Exército de Brancaleone









O filme “O Incrível Exército de Brancaleone” retrata de forma cômica a cavalaria medieval, mostrando o cavaleiro Brancaleone de Nórcia aventurando-se pela Europa à procura de um feudo em meados do século XIV. M. Ouriques

Brancaleone e seu pequeno exército encontram aspectos que são marcantes na Idade Média como a peste negra, a fome, os bárbaros, a guerra dos cem anos.

Um dos aspectos mostrados no filme e que foi marcante no medievo foi a peste negra, responsável por eliminar cerca de 1/3 da população na Europa.

No filme, Brancaleone é seduzido por uma viúva e descobre que seu marido faleceu devido à peste, mostrado de uma maneira hilária o cavaleiro e seu exército fogem do feudo.

A pandemia da peste assolou o continente europeu durante o século XIV, fez surgir a preocupação evidente com a morte, dentro das artes surgiram temas de dor e tormento. A crença no fim do mundo era generalizada, o que fazia aumentar a criminalidade, imoralidade e também a atividade religiosa, esta como busca da salvação.

A população atribuía a doença como castigo divino, e acusavam os judeus de disseminar a praga.

Por iniciativa dos corpos superiores ou em razão de nossas iniqüidades, a peste atirada sobre os homens por justa cólera divina e para nossa exemplificação, tivera início nas regiões orientais, há alguns anos. Tal praga ceifara, naquelas plagas, uma enorme quantidade de pessoas vivas.

A mortandade provocada pela peste não ocorreu de forma homogênea na Europa, mas em pontos distintos e em determinados intervalos de tempo. Com o avanço da epidemia, a população migrou para o campo, fugindo do ambiente insalubre no qual habitavam.

Com a morte e o fim aparentemente mais próximos do que nunca, a salvação tornou-se cada vez mais importante. (...) Muitos de seus melhores intelectuais morreram, e um grande número de párocos fugiu. Nessas circunstâncias, as pessoas buscavam em si mesmas a libertação espiritual.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário